2.10.06

consinto que esta descarga outonal afunile para dentro de forma a agitar as águas estácticas.

consinto que a melancolia da folha agite a inércia de um peito algo descordenado na forma como se abre.

consinto que o cheiro a terra húmida conflua com o odor do que foi apodrecendo pela dificuldade inerente de expelir sentimentos.
consinto à mesma força que diminui o dia, a transversalidade de encurtar uma certa solidão não premeditada que vou sentindo por impulsos.

depois de tudo arrumado, é arranjar forma de chafurdar na incongruência, e fazer o mesmo com o inverno, e assim por diante com as estações mais ou menos definidas.
A minha foto
........................gra(')f.ico.ismo.onola.......... demasiado colado à palavra para ser uma outra coisa que não isto. utopia de mim, abismos da imagem arrancada e digerida.

O ROSTO À LUPA DE MIM

blog inTemporal

O dia de hoje podia muito bem ter sido um outro. Amanhã vemos isso.
Loading...