10.11.06

persiste em mim uma nota meio tom acima.

talvez aconteça de fazer sentido numa outra base melódica, mas aqui não. aqui está meio tom a cima.

pinto a nota com a palavra.
escrevo a música.
escavo a casa.
título: "a forma/forma do ouvido" desafino prepositadamente. procuro uma outra forma de fazer música, de forma a afinar o ouvido de uma outra forma.

a forma,

foi a forma que arranjei de balizar a música. mas por defeito do ouvido. (condicionada aos padrões ciclicos e repetitivos.....)

e eu formo uma outra forma de estruturar as músicas que sinto por impulsos de prazer e dor ambígua.

fumo-a.

à música.

A minha foto
........................gra(')f.ico.ismo.onola.......... demasiado colado à palavra para ser uma outra coisa que não isto. utopia de mim, abismos da imagem arrancada e digerida.

O ROSTO À LUPA DE MIM

blog inTemporal

O dia de hoje podia muito bem ter sido um outro. Amanhã vemos isso.
Loading...